Série BMW 3 E30

desde 1983-1994 lançamento

Reparo e operação do carro



BMW E30
+1. Instrução de manutenção
+2. Manutenção
+3. Motor
+4. Esfriamento de sistema
+5. Aquecer-se e ventilação
+6. Sistema de combustível
+7. Sistema de escape
+8. Transmissões
+ 9. União
- 10. Sistema de freios
   10.2. Especificações
   10.3. Antibloqueio de sistema (ABS)
   10.4. Blocos de freios de disco
   10.5. Suporte de um freio de disco
   10.6. Disco de freio
   10.7. Blocos de freios de tambor
   10.8. Cilindro principal de freios
   10.9. Ampliador de vácuo de freios
   10:10. Fio (fios) do freio de emergência
   10:11. Ajuste do freio de emergência
   10:12. Mecanismo do freio de emergência
   10:13. Pedal de freio
   10:14. Comutador de sinal que freia
   10:15. Mangueiras e linhas de um acionador hidráulico de freios
   10:16. Remoção de ar de um acionador hidráulico de freios
+11. Gerência de engrenagem
+12. Corpo
+13. Equipamento elétrico
+14. Dicas úteis
27a7f495



10. Sistema de freios

10.1. Introdução

INFORMAÇÃO GERAL

O esquema de freios de circuito duplo (a opção com vestíbulos de disco e freios traseiros se mostra) e o passeio do freio de emergência

1. Fios do freio de emergência
2. Suporte de um freio traseiro
3. Disco de um freio traseiro
4. Tubo da estrada de um acionador hidráulico
5. Pedal
6. Cilindro principal de freios
7. Suporte de um freio avançado
8. Disco de um freio avançado
9. Tanque nutritivo de freios e acionador hidráulico de união
10. Ampliador de vácuo
11. Alavanca do freio de emergência

Dispositivo de um freio avançado

1. Pino
2. A união de remoção de ar
3, 17. Eixo de suporte
4, 7. Cobertura
5. Pistão
6. Cobertura
8. Sensor de uso de sapatos de freio
9. Bloco
10. Parafuso de fixação de um disco
11. Disco contínuo
12. O disco ventilado
13, 14, 18. Pino
15. Braço de suporte
16. Selante de cilindro
19. Suporte

Todos os carros concluem-se com freios de disco avançados e também atrás freios de tambor ou disco. Em todos os carros para a frente e costas os freios são de regulação automática. Em alguns carros do último lançamento o sistema de freios de antibloqueio (sistema de ABS) instala-se.

Sistema hidráulico

O sistema hidráulico compõe-se de dois contornos separados. Para cada um de contornos a seção separada fornece-se no cilindro de freio principal. Se em um de contornos houver um rombo ou outro mau funcionamento, então outro contorno permanece a funcionários.

Ampliador de vácuo

O ampliador de vácuo de freios usa o vácuo em um coletor da pressão de motor e atmosférica para fornecer o aumento no esforço de frear, estabelece-se em uma partição em um compartimento motor

Freio de emergência

O freio de emergência tem o passeio em rodas traseiras por meio do fio e a alavanca localizada na seção central do salão. O freio de emergência é uma parte de um freio de tambor traseiro, a fenda entre blocos e tambores regula-se automaticamente. Em carros com freios de disco traseiros a alavanca do freio de emergência põe dois blocos localizados na parte central de um disco de freio na ação. A fenda entre blocos e tambores regula-se manualmente.

Sistema da prevenção de uso de sapatos de freio

Se os blocos forem usados a tal ponto que têm de substituir-se, então a lâmpada por precaução vermelha no painel ilumina. Se os blocos não se substituírem, então pode conduzir ao dano de um disco.

Em alguns carros a lâmpada de controle adicional do uso de blocos que só ilumina no pedal de freio comprimido se estabelece, aviso, assim sobre a substituição rápida de blocos.

O sensor do uso anexa-se a sapatos de freio. O sensor instala-se na roda avançada esquerda, em alguns modelos há um mais sensor no direito atrás roda. O sensor do uso fornece o circuito curto de contatos no uso de um bloco a algum limite definido. O fogo de uma lâmpada do uso de blocos significa que o disco de um freio apaga a cobertura de isolamento do sensor. Quando substituir blocos sempre verifica o sensor (sensores). Substituindo blocos depois do fogo de uma lâmpada alarmante, é necessário substituir também o sensor (sensores).

Serviço

Depois da realização de qualquer trabalho com unidades do sistema de freios sempre verificam a eficiência da frenagem do carro. O cheque de freios deve executar-se no caminho chato, puro, seco com o tráfego baixo e pesado.

O cheque de freios deve executar-se em várias velocidades, pela prensagem débil e aguda de um pedal de freio. O carro tem de parar sem ter modificado a direção do movimento. Não permita o movimento por um escorregão desde que leva à redução da eficiência de frenagem e redução na estabilidade do carro.

A eficiência da frenagem também é sob o efeito de uma condição de pneumáticos e os ângulos da instalação de rodas.